Home Office é emprego.

Artigo de Flávio Romeu Picinini

A 2ª Vara do Trabalho de Santos reconheceu vínculo de emprego de trabalhadora que prestou serviços por home office.

A empresa disse no processo que contratou a jovem como autônoma e que o serviço era eventual e sem subordinação.

Mas a empregada comprovou por várias mensagens de WhatsApp que recebia ordens, era obrigada a cumprir horários, prestou serviços somente para a imobiliária e que foi dispensada sem justa causa.

A empregada receberá todos os direitos trabalhistas: salário, FGTS, indenização de férias e 13º salário, horas extras, etc e terá a carteira de trabalho anotada.

Processo: 1000024-32.2021.5.02.0442

O escritório Flavio Picinini Advogados patrocina a causa.

woman in gray coat using white laptop computer
Photo by cottonbro on Pexels.com

SE VOCÊ TIVER ALGUMA DÚVIDA RELACIONADO A ESSE ASSUNTO, NÃO DEIXE DE AGENDAR UMA CONSULTA CLICANDO NO BOTÃO ABAIXO

Fique por dentro

Explore por mais artigos

Lei do motorista profissional.

O motorista profissional que trabalha com carteira registrada tem direitos garantidos por lei. ✅ – Quanto à jornada de trabalho: A jornada de trabalho do

A lógica do sistema capitalista

O trabalhador vende e coloca à disposição do empregador valiosas horas de sua finita permanência neste mundo. Para ele, o capital é cada minuto de sua vida.

O caso do casal Diego e Angélica.

Mais uma semana de trabalho em ritmo intenso, e estou agradecido pela oportunidade que tive de prosseguir com a missão de esclarecer pessoas. Sexta-feira conheci

Shape
%d blogueiros gostam disto: